terça-feira, 31 de maio de 2011

O Bom Casal Gay (Inspirado na parábola do bom samaritano e no texto “O Bom Travesti”, de Rubem Alves


O Bom Casal Gay (Inspirado na parábola do bom samaritano e no texto “O Bom Travesti”, de Rubem Alves)

E numa tarde de domingo, vários pastores e líderes evangélicos e católicos, também apoiados pela ala “cristã” da Câmara e do Senado, encostaram Jesus na parede e lhe fizeram a pergunta crucial: Diga-nos logo quem são aqueles que fazem a Tua vontade e amam o próximo segundo a Tua verdade?

E Jesus então lhes contou uma história:

Um bebê foi abandonado por seus pais num valão que ficava entre duas igrejas: uma catedral católica, tradicional na cidade por sua beleza e imponência arquitetônica e um mega-templo evangélico, repleto de carros do ano à porta, cujo pastor ostentava seus muitos dotes financeiros em ternos de corte impecável e carros importados de causar inveja aos maiores empresários da cidade.

O pastor e sua esposa iam para o culto e ao pararem num sinal de trânsito perceberam o bebê jogado no valão, abriram o vidro blindado do seu carro e ouviram o choro da criança. Repreenderam o demônio que havia na “mãe tão desnaturada” que havia abandonado a criança ali, e já pensaram em organizar a Marcha Profética pelo fim do abandono de crianças. No entanto, devido às muitas viagens “em nome de Deus” e também do gasto que já tinham de condomínio e manutenção dos carros importados, não poderiam assumir o risco de levarem aquela criança pra casa, pois além dos gastos que lhe trariam, não sabiam sua procedência e se havia sobre ela qualquer espécie de maldição.

O sinal abriu, e partiram, orando por aquela situação.

Logo depois, no mesmo sinal passou um casal de católicos fervorosos. Há 20 anos lideravam movimentos de Encontros de Casais com Cristo, além do marido ser atuante nos Cursilhos de Cristandade. Viram aquela cena e choraram ao ouvirem o choro da criança abandonada. Falaram sobre as diversas Campanhas da Fraternidade, de como aquele quadro deveria ser mudado, perguntaram entre si pela turma da Teologia da Libertação, que não aparecia naquela hora e lamentaram não poder levar o bebê, devido ao fato de já terem gastos excessivos com seus cães labradores, ganhadores de concursos regionais. Mas saíram dali dispostos a participarem da próxima Marcha pela Família, organizados pelos setores de defesa da vida da sua igreja.

Já no fim da tarde, passava por ali dois rapazes, que comemoravam a recente decisão do STF em favor da união civil homoafetiva. Brindavam o fato de poderem legalizar a sua situação, já que há 8 anos viviam juntos. Mesmo em meio à música alta que tocava no carro, ouviram um choro ao longe, ao pararem no sinal vermelho. Abaixaram o som e viram a criança que soluçava e já quase não tinha forças, abandonada ali ao relento, desde a manhã...

Choraram muito. Pararam o carro, desceram e pegaram o pequenino no colo. Seus corações arderam de amor por aquela vida tão frágil e indefesa que decidiram leva-la para o apartamento em que moravam, que passava por uma reforma, e decidiram deixar para depois a conclusão da sala-de-estar e transformaram o espaço no quarto do bebê. Deram-lhe o nome de  Daniel, que um dos dois lembrara significar “Deus é meu juiz”, e o bebê agora sorria, ao tomar seu primeiro banho, nos braços dos seus novos pais...

E Jesus, encarando os olhares furiosos daqueles que estavam ali lutando pela honra da família cristã, perguntou:

- Qual destes casais provocou um sorriso de aprovação na face amigável de Deus?

José Barbosa Junior, maio/2011

4 comentários:

ORMES DE PAULA disse...

- SENHOR! EM SEU NOME CURAMOS OS ENFERMOS, PREGAMOS, ETC.
- NÃO VOS CONHEÇO. PREPARADO PARA VÓS ESTÁ O INFERNO E SEUS ANJOS.
DESTRUIU SODOMA E GOMORRA.
O LADRÃO QUE ERROU ATÉ O MOMENTO DE SUA MORTE NA CRUZ, FOI PERDOADO.
A DITA PROSTITUTA FOI PERDOADA.
O DIABO TAMBÉM TEVE DÓ DE JESUS QUANDO ESTAVA NO DESERTO A PADECER E QUE SE FIRMOU EM PROL DA VONTADE DO PAI SUPREMO.
DISSE DEUS:
FAÇAMOS O HOMEM A NOSSA IMAGEM E SEMELHANÇA.
E FEZ DEUS O HOMEM E A MULHER. O MACHO E A FEMEA.
TALVEZ DEUS TENHA ...
QUE O ESPÍRITO SANTO DE DEUS ILUMINE OS HOMENS DE BOA VONTADE AO LEREM ESTE TEXTO PARA QUE POSSAM FAZER A PLENA, IMUTÁVEL E IRREVERSÍVEL VONTADE DE NOSSO PAI CELESTIAL.

Anderson Luiz de Souza disse...

rsrsrs espero que façam mesmo! Amando a Deus sobre todas as coisas, e ao teu próximo como a ti mesmo, pois como podem amar a Deus que não veem, se não amam ao próximo?

Conexão da Graça disse...

Gostei do seu perfil Anderson, particularmente no que também me diz respeito: "Mas atualmente não estou exercendo nenhum cargo em igrejas, me limitando apenas a freqüentar esporadicamente. eu e minha família fazemos parte de um novo grupo de evangélicos: OS NÃO PRATICANTES! Busco ser um servo do DEUS ALTÍSSIMO, apenas um servo a serviço do Reino".

A respeito do texto, alguns comentários que postei no meu blog:

Os héteros crucificam os homos, mas uma grande parte deles não tem a hombridade de tratar no mesmo nível suas taras enrustidas, então se torna mais fácil expiar a culpa de consciência transferindo-a para os bodes expiatórios ou "gays expiatórios".

O tal do crente, pensa que tem a bunda marcada com selo ISO 9000 pela Graça Divina, mas não tem noção que o pecado só muda de configuração em relação a ele e os demais, ou seja, "TODOS PECARAM E CARECEM DA GLÓRIA DE DEUS!".

Também não fecho com nenhuma PLC 122 que queira cercear o livre direito de expressão, do mesmo modo não fecho com essa "Síndrome Persecutória" da qual os crentes estão sofrendo gerando neles efeitos colaterais com as cruzadas homofóbicas.

Com relação ao texto, ainda que construído de forma ilustrativa, a pergunta que faço é a seguinte: Quem mostrou ser mais crente em Deus e no Evangelho?!

Alguns poderiam responder que obras não salvam para se contraporem a homossexualidade, enquanto que uma OMISSÃO DESCARADA QUE TAMBÉM É PECADO, é aceita mais naturalmente porque não é tão grave quanto transar com pessoa do mesmo sexo.Um argumento no mínimo sagaz para não dizer desonesto e sem escrúpulos.

O negócio é o seguinte, se essa galera puritana não percebeu ainda, sobre eles pode ou está se cumprindo o texto de Mt 21:31 "Em verdade vos digo que os publicanos e as meretrizes (E OS HOMOSSEXUAIS) entram adiante de vós no reino de Deus".

Deixam em segundo plano aspectos relevantes que realmente interessam como gente que diz que crê em Deus e no Evangelho, e nesse caso, só porque o casal é gay, eles não tem o direito de dar uma vida digna, esperança e um futuro melhor a uma criança,porque a cartilha da religião abomina tal relação.

Ou seja, se a criança não contar com a sorte de um hétero que realmente crê em Deus e no Evangelho adotá-la, POR UM CASAL HOMOSSEXUAL É QUE ELA NÃO PODE SER!

Realmente é uma ironia, é preferível deixar uma criança relegada ao próprio destino do que doá-la a quem tem o sentimento e a hombridade que os sacerdotes e levitas evangélicos e católicos deveriam ter.

Também entendo que:"...nem todo casal gay tem essa compaixão assim..." e estão ocupados também religiosamente com suas bandeiras, isso é fato.

Lindo e honroso seu depoimento:"tenho um primo gay,(filho de uma prima) que não tem companheiro, e um filho adotado ainda bebê que hoje deve ter seus 14 anos.."

Tenho uma sobrinha gay, tive um padrinho de casamento gay que tem muito mais caráter e humanidade que muitos héteros, e conheço vários outros na mesma situação, nem por isso fiz opção pela homossexualidade.

Os doutores do moralismo, usurparam da prerrogativa Divina de dizer quem não está com o nome escrito no livro da vida!"

Um abraço,

Franklin

Anderson Luiz de Souza disse...

Amado Franklin Rosa (penso ser este seu nome rsrs desculpe-me se não)ou conexão gospel, Muito Grato pelo comentário. Visitei seu blog e já estou seguindo (e posso dizer que já encontrei outra grama bem verde e bonita para poder servir aos meus leitores, claro que citando a fonte rsrs), recebi um e-mail dizendo exatamente o que voce recebeu nos comentários feitos em seu blog em relação ao mesmo texto acima, ou seja, sempre a mesma conversa: OBRAS NÃO SALVAM! Por isto podemos ser omissos, separatistas, egoístas, mal dizentes e até preconceituosos! Podemos negar ajuda ao próximo, ser até negligentes! Só não podemos ser homo! Afinal, o céu não foi feito para eles. A graça infinita de Deus não são para os homos, só merecem o Favor Divino os héteros. Opa! Favor? Graça? Merecem? Favor, Graça, não é algo que está acima de nossos "merecimentos"? Caso contrário, não seria "GRAÇA", não é verdade? Mas é assim mesmo, na igreja com todos os seus dogmas e religiosidade não há lugar para os excluídos, para os que vivem à margem da sociedade e para os homos. Esta igreja que diz pregar o evangelho de Cristo, vive como João Batista: ISOLADA NO DESERTO, e aos que tem sede, tem que correr, mesmo sedentos, para encontrar esta isolada igreja, e nem sabem se serão "bem recebidos". A igreja se esqueceu que Jesus viveu cada minuto entre nós se misturando no meio de tudo e de todos, e não como João Batista, Que se isolou e clamava (gritava) do deserto. E esta igreja só resolveu gritar agora, com o tal abaixo assinado contra a PL 122, um pouco tarde, eu suponho. Mano valeu muito mesmo seu comentário, me senti lisonjeado. Graça e paz! Gostaria muito que lesse um artigo que escrevi sobre este tal abaixo assinado e a posição da igreja, segue o link:http://andersoneaeleicao.blogspot.com/2011/05/uma-carta-de-repudio-aos-pastores-e.html

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...