quinta-feira, 29 de abril de 2010

Grande Amor


GRANDE AMOR( homenagem a minha anja)
'Tenho o meu grande amor,DEUS que me presenteou;
Preenchendo com o seu calor o meu coração.
Minha metade meu par, duas vidas, um olhar
aAverdade que nasceu assim,com toda emoção

Agradeço por te encontrar
Tua estrada é meu caninhar


Pois teu amor me faz tão bem,
Por mais que eu nunca vá entender
É bem mais forte do eu pensei
Viver contigo pra mim
O amor nunca terá fim
Grande Amor
(musica de autoria do Kim)

"ROZANA, Anja da minha vida te amo tanto ,tanto,tanto,que tudo é muito pouco pra dizer o quanto! Palavras jamais seram capazes de expressar tamanho amor com fidedignidade;também sei que minhas atitudes não demonstram este amor,mas te amo,de maneira errada talvez,mas uma coisa é certa, te amo como jamais um homem ousou amar uma mulher...te amo, te amo, te amo...Anja_Arcanja eu te amo que tudo é muito pouco pra dizer o quanto...simplesmente te amo, te amo te amo!!! "
AndersonMineiro70

domingo, 11 de abril de 2010

O RETRATO DE UM LÍDER...







Parabéns meu amigo pelo seu aniversário, parabéns!Queria ter mais para mostrar e menos a dizer, Dizem que sou bom com palavras... Mas hoje, hoje não! Hoje não quero ser bom, criativo, inspirado... Nada disto!Hoje só quero lhe dar um abraço, um beijo... Sei lá!Queria ter mais que palavras! Queria ter mais... Queria lhe mostrar o que o seu carinho e dedicação de pastor, Mestre, amigo, irmão e pai espiritual tens feito por mim e pela minha família Queria não dizer nada! Queria mostrar tudo! Mas minhas atitudes nem sempre me deixam mostrar ou, aliás, Mostram sim! Mas mostram o que sou e não o que quero ser! Mas mesmo você me vendo assim, insistentemente não desiste! E eu e minha família lhe amamos por isto. Sei que nossos caminhos um dia vãos nos levar as novas jornadas, Ou melhor, a outras jornadas, novos desafios. Sim eu sei. Mas o que tenho aprendido com você... Há Alberto isto vou levar comigo por onde quer que for. E mais, vou passar a meus filhos, meus netos e que vão passar a filhos, netos... Agradeço a DEUS por ter elegido você para ser meu discipulador, mentor espiritual, meu Pastor... Meu amigo Você não se fez líder Você nasceu líder. Porque nosso DEUS te elegeu um líder... Nosso DEUS te elegeu... Você é um eleito de DEUS! Obrigado por ser quem você é, um indesistível!
PARABÉNS

Anderson Luiz de Souza

quinta-feira, 8 de abril de 2010

MEMÓRIAS, APENAS MEMÓRIAS...

MEMÓRIAS DE OLHARES QUE TRAZEM DOR...

É hoje os vi, hoje a vi!
Que lindos estão! minha esposa, meus filhos!
Fortes,saudáveis, mas...
Pelo olhar inocente deixam transparecer algo.
uma emoção, um sentimento que,
Só quem traz consigo a culpa de te-los perdido
Percebe ou quem sabe não!
Mas enfim, por aquelas janelinhas da alma tão pequeninas e transparentes
Vi uma ponta de saudade e vi muito mais!
Muito mais do que suas bocas podiam perguntar
Ou suas cabecinhas indagar!
Vi também dor, desgostos, questionamentos.
Que mais será que não vi ou fingi não ver?
Para que pudesse ter ao menos por um instante anestesiada
A dor que seus olhares cheios de porques me causavam para que,
Por breves momentos, eu os pudesse ter e eles a mim,
Não para responder perguntas, mas para que fôssemos
Naquele instante pai e filhos, simplesmente.
Mas enfim, agora estou só em minha cama...
Em minha sepultura de sonhos...
Em minha cova de lençois...
Ainda ouço os gritos de seus olhares e me pergunto,
Que mais deve estar passando naquelas brilhantes e inocentes mentes?
Mentes que tentam alcançar uma maturidade prematura
Que lhes é imposta por um pai inconseqüente e até desalmado?
E com certeza de fato deve haver muito mais questionamentos naquelas cabecinhas,
Que com seus olhares penetrantes me cravavam em silencio perguntas que,
Como facas pontiagudas e de dois gumes, punhais
Atravessavam minha mente e meu coração
Rasgando minha alma, minha mente e meu coração
Causando-me uma dor que mal posso suportar!
Me dói na alma, atravessa meus olhos e rasga minha mente
Que insaciável e voraz dor é esta? Dor de culpa, de remorso!
Arrependo-me...
E quanto a ela? O que vi?
Quanta dor naquele olhar, no coração já amargurado
Na mente ainda uma lembrança nada agradável
Uma ferida na alma que nem sei se vai cicatrizar...
Há minha anja, senti sua dor... Não! Na verdade não!
Isto não é possível, nem ao menos posso imaginar
Mas de fato sei que fui eu quem a causou e isto por si só já dói.
Pois mesmo você não crendo, jamais quis causar isto.
Sempre quis algo diferente pra nós, uma realidade diferente, mas enfim...
Mas é assim, vocês gritam com seus olhos e eu apenas ouço com os meus!
Ouço o clamor de esposa anja que com seus dois anjinhos me pergunta:
"- Até quando?"
E eu apenas ouço...
E quando a sós, tento encontrar respostas e me resposder.
Agora olho para mim e desesperado olho para o Alto
Em busca de quem ouça meu olhar (Ele ouve mas...)
Ergo meus braços e clamo, tento com meu olhar dizer:
"- Ouça meu clamor! Encontra-me, abraça-me, restaura-me!
Eu quero ser achado por Ti, lança Teu olhar sobre mim,
Resgata-me Senhor!

Anderson Luiz de Souza

FLERTANDO COM A FILHA DO DIABO!


COCAÍNA, FLERTE FATAL, CRACK, MORTE SÚBITA

TANTA GENTE HOJE DESCANSA EM PAZ E UM ROCK STAR AGORA É LENDA, ESSE FLERTE É UM FLERTE FATAL, ESSE FLERTE É UM FLERTE FATAL; QUE VAI TE CONSUMIR, EM BUSCA DE UM PRAZER INDIVIDUAL, ESSE FLERTE É UM FLERTE FATAL E É SEMPRE GENTE MUITO ESPECIAL. QUANTA GENTE JÁ ULTRAPASSOU A LINHA ENTRE O PRAZER E A DEPENDENCIA, E A LOUCURA QUE FAZ O CARA DAR UM TIRO NA CABEÇA, QUANDO CHEGAM ALÉM E OS PÉS NÃO TOCAM MAIS O CHÃO, ESSE FLERTE É UM FLERTE FATAL, ESSE FLERTE É UM FLERTE FATAL, E É SEMPRE GENTA MUITO ESPECIAL, ESSE FLERTE É UM FLERTE FATAL......................(IRA)

sexta-feira, 2 de abril de 2010

DIVERSÃO EM FAMILIA E AMIGOS

video

AOS TEUS PÉS...



AOS PÉS DA CRUZ

Estou de volta aos Teus Pés,
Prostrado, rendido...
Abate minha carne,
Fortalece meu espírito!
Voltei-me aos pés da cruz
Voltei coração e mente a ti meu JESUS!
De volta a Ti, aos Teus Pés estou,
Totalmente dependente de Tua Graça, de Teu Sangue
Sangue que flui da Cruz do Calvário...
Que flui como um Rio
E minh' alma tem sede deste Rio
Quero beber, quero mergulhar neste Rio!
Tal qual uma corsa...
Mergulho de volta nestas Águas,
Só assim me verei livre da ira de DEUS
E sua implacável Justiça!
Só nestas Águas
Só neste rio
Só por Teu Sangue
Livra-me da Justiça...
Dá-me Tua Graça...
Rendo-me a Ti!

Anderson Luiz de Souza

LAMENTO INTROSPECTIVO



Introspectio

Na ânsia de alcançar de forma prematura conhecimento, reconhecimento e de passar de aprendiz a mestre, queimei etapas de suma importância em minha vida; em conseqüência disto, oportunidades se foram,momentos passaram,há... E que momentos! Momentos únicos, oportunidades ímpares, um kairós em minha vida cinza (vestida de preto e branco), que jamais terei de volta. Se foram, passaram como que desapercebidos ou não,pequenos momentos em que eu poderia e deveria emprestar significado. Enfim, o que mais terei perdido? Família? Amigos? Enfim, nada valeu a pena, nada!

Mas, aqui estou eu, tentando a busca do que se passou. Encontrar o que se perdeu (aonde e como eu me perdi?), sozinho em meu casulo solitário, desculpem-me a redundância, tentando retornar ao tempo perdido; seria isto possível? Uma coisa digo: Me cansei de abortar e sepultar meus sonhos em minha cova de lençóis,tendo como parceiras de luto,minha anja (minha amada esposa carinhosamente chamada assim) e a madrugada,que quase nunca é fria,mas que me gela a alma já enfadada!

Há sim, já ia me esquecendo, necessário se faz dizer, casulo solitário rodeado de pessoas que, solitárias como eu, cada qual em seu casulo, buscando assim como eu (desculpem-me a abusiva redundância), respostas para os porquês, algo ou alguém que lhes aponte a jornada, o destino, o caminho, o único?! (JESUS???)

Sendo assim, o que busco então? O caminho?Meu destino?Uma jornada?O que? Metamorfose? Metanóia? O que almejo? Redenção? Perdão? Reparar o que não tem reparo?

Risos... Interessante é que percebo algo, enquanto me prender aos porquês e questionamentos vãos, não chegarei a lugar algum, e já nem tenho mais sonhos para sepultar; então, qual a pergunta certa?Qual o sentido?

Enfim, não existe pergunta certa. Qual o sentido? O mesmo ora! Agora vejo, risos... Só agora! Compreendo meu presente momento, considerando meu passado; teoricamente, é simples assim. Toda ação produz uma reação em cadeia. (risos?!) Bem, na verdade nunca foram risos, e sim lágrimas de um copioso choro que em vão tentavam lavar minha alma! Observo pasmo meu passado, aceito meu presente e tento projetar e transformar meu futuro e vou! 

Em suma, compreendo em mim mesmo meu presente considerando o que passou e o que está por vir e como conseqüência, constato que tudo teve sua utilidade, tudo. Tinha que assim ser, pois senão, até quando?

ANDERSON LUIZ DE SOUZA
(MINEIRO)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...