quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Reflexões e verdades (falando sobre vida)


          REFLEXÕES E VERDADES

Falando sobre vida, minha vida, a Vida... Obrigado... Meu Deus...

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Reflexões e verdades (falando sobre a morte)


           
                                            Reflexões e verdades

Estive pensando muito sobre a morte, ou morte. Estive pensando que a morte nada mais é que um aprimoramento. Exatamente isto, um aprimoramento! Ou para uma eternidade de sofrimento ou para uma eternidade de gozo.
            Mas a morte é o ponto de partida para o resto de nossa eternidade. Eu já fui um  pouco dela ou disto, enfim, eu já fui ela... Mas nela não consegui encontrar uma forma de partir, ou seja, eu quis este ponto de partida para o resto de tudo que viria, mas não encontrei ou não consegui.
A morte trás consigo um cheiro de flor... Senti este cheiro... O gosto... Mas ela não me quis! Eu a desejei, mas ela me rejeitou. Eu que já fiz parte dela e ela de mim... Enfim aqui estou; e agora tenho que encontrar a Vida, (talvez eu já a tenha encontrado, única forma plausível dela, a morte, não ter me quisto) e vou viver esta vida pensando em fazer os outros felizes. Principalmente minha esposa (anja) e meus filhos!
Quero celebrar minha nova vida! (mais uma vez e quantas forem necessárias) eu quero celebrar... Quero falar só sobre a Vida. Só isto! Viver a minha nova vida... Obrigado... Meu Deus...

Anderson Luiz de Souza

JESUS, O HOMEM. COMO AS MULHERES O VIAM? (Rozana Madalena F. Souza)


JESUS, O HOMEM. COMO AS MULHERES O VIAM?


           
            Me pego por vezes pensando de como Jesus era visto pelas mulheres. Vou tentar em poucas palavras falar (em minha frágil e feminina opinião) de como as mulheres viam o homem Jesus, Jesus o homem e como homem. O Jesus que aceitava o perfume de prostitutas, e tinha seu ministério mantido por mulheres.
            Assim eu viria Jesus: um homem como os todos os outros homens de sua época, comum, dizendo ser o enviado, o messias, assim como tantos outros antes Dele também o fizeram. Mas Jesus tinha um diferencial, ele exalava um diferencial... As mulheres sentiam este diferencial, Jesus sendo o segundo Adão e não sendo concebido de semente corruptível (semente do homem, pois fora concebido pelo Espírito Santo) exalava uma masculinidade ímpar.  Exalava a masculinidade na sua forma mais perfeita e assim como Adão foi o primeiro e mais lindo, ou seja, em sua masculinidade perfeita antes da queda, assim também era Jesus, que por onde passava, exalava esta masculinidade. Um doce e embriagador cheiro que só as mulheres podiam sentir e perceber... Assim eu vejo Jesus homem, a Perfeita essência da masculinidade.
            Ao lavar os pés de Jesus com perfume e secar com os cabelos a prostituta demonstrava gratidão, mas vale ressaltar que este gesto na época, era um convite ao ato sexual. Indo um pouco além, quem sabe ela querendo demonstrar o quão grata ela era, ofereceu o que ela tinha de melhor, um perfume muito caro e quem sabe, seu corpo? Pois era o que ela tinha de melhor... Quem sabe ela não desejou também como talvez outras mulheres desejaram, conhecer aquele misterioso e embriagante cheiro da Perfeita essência da masculinidade que Jesus homem exalava? Quem saberá?

            Rozana Bat Zion
(minha esposa, Anja_Arcanja)

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

EXPLICANDO ALGUMAS POSTAGENS (como sempre digo: 'a quem tiver que entender que entenda')

       Explicando alguns post's que tenho feito e que podem ser tomados como agressivos por alguns, ou até mesmo pessoal, quero deixar claro e bem claro que, não são dirigidos a uma só pessoa ou um determinado grupo. São motivados pelo que tenho visto, ouvido, lido e enfim, até mesmo vivido.
Estes post's expressam meus pensamentos, minha opinião e de mais ninguém. E eu faço uso do meu direito de liberdade de expressão assim como qualquer outro.
Assumi uma postura que penso eu, não tem mais volta! Estou revendo meus valores e conceitos e tentando me livrar de todo e qualquer tipo de preconceito. Aprendi que somos únicos no universo, mentes únicas, sendo assim , devemos ser formadores de opinião, pensadores, que não engolem qualquer coisa "guela abaixo" seja vinda de quem for, de um padre, um pastor, do governo, da sociedade, ou da igreja... Enfim, seja de quem for e que entidade for. Devemos pensar antes de aceitar como verdades absolutas dogmas sem o menor cabimento de um clero corruptível e de uma igreja acusadora , decisões descabidas de um governo injusto e corrupto entre tantas outras coisas. Devemos pensar meus amigos leitores, sempre pensar.
Assim estaremos contribuindo para um mundo melhor para nossos filhos e netos. Por isto expresso meu descontentamento com o governo e a igreja, assim como também o clero, e até meu descontentamento comigo mesmo! É, estou descontente comigo por só perceber minhas tolices depois de ter... Bom, isto já é outra história.

Anderson Luiz de Souza

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

KÉLEN A TRANSFORMADA

KÉLEN A TRANSFORMADA
Kélen que de ti posso dizer?
Embaraço-me com as letras...
Linda irmã que tenho... A única!
Enquanto admiro-te ao ver o que eras e
No que te transformastes, invejo-te.
A mais bela flor de lótus...
Transformando lodo em flor, a mais bela...
Rosto no pó, prostada, rendida,
Aos pés do Senhor... O Onipotente!
Nada e tudo a abalaram, mas vencestes!
Superou como mulher sábia...
Fostes sábia, és sábia.
O Senhor continue a lhe abençoar
Rosa de saron, menina dos olhos de Deus,
Menina mulher, mulher menina...
A Força do Senhor é tua alegria, teu refúgio.
De ti que posso dizer?
A menina mulher transformada!
Anderson Luiz de Souza

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

NO FRONTE COM A SAUDADE




Sinto saudades, muitas saudades...
Saudades de um tempo que pra trás ficou.
Saudades, muitas saudades...
Saudades de um tempo que não chegou!

Sinto saudades de uma vida que não vivi.
Saudades de ser o que não sou.
Saudades de dizer: Eu existo, eu existi!
Saudades do que não fui e não sou!

Saudades, saudades, apenas saudades...
Sinto muitas saudades! Mas...
Sei que não sou! Apenas estou.
Se estou, posso enfim ser...

Ser o que quero ser,
Ser o que caminha passo a passo...
Ser o soldado que constrói,
Ser soldado... Apenas ser...

Anderson Luiz de Souza

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

CRIANÇAS... PEGUE-AS PEQUENAS E AS POSSIBILIDADES SERÃO INFINITAS

"Certa vez lembro-me de ter ouvido Chico Xavier dizer: Entregue-me seu filho com um ano de vida que eu lha devolvo um homem aos sete anos... acho que era mais ou menos isto." Eu digo:

Entregue seu filho a um padre... ele o devolverá um homossexual e pedófilo!
Entregue a um pastor... ele o devolverá um manipulador, religioso, mentiroso e acusador!
Entregue a um espírita... ele o devolvera uma pessoa que se preocupa com as boas obras!
Entregue ao mundo... terás de volta um ladrão, viciado e assassino!
Entregue-o a um teólogo, filósofo e filólogo... terás de volta uma pessoa pensadora, preocupada em transformar para melhor ao menos o círculo onde ele vive!

PENA QUE TEMOS ENTREGADO AS PESSOAS ERRADAS!!!
Anderson Luiz de Souza

REGIS DANESE NÃO ENTENDEU A MENSAGEM DE ZAQUEU



A música do Regis Danese “faz um milagre em mim”, foi vendida e cantada por milhões de fiéis em todas as igrejas brasileira, independente da ‘marca’. A idéia do compositor era contar a história de Zaqueu (Lucas 19). Alguns irmãos me perguntaram o que achava desta música, respondi que era bonita, fácil de cantar, mas sua letra não condizia com o texto na qual o compositor havia proposto a cantar. E foi aí que vieram as perguntas, e não querendo escandalizar os ‘levitas’ desviei delas, até que agora decidi abrir a boca.
Eu não ouço música evangélica, só porque é evangélica. Eu ouço qualquer música, desde que tenha qualidade. Sou eclético. Mundano para alguns. Mas a verdade é que, se queremos com uma música refletir em um texto bíblico, sendo esta música um sermão, embora cantado é uma mensagem, ela precisa ser ao menos coerente com o texto que a inspirou. Faço aqui algumas observações na música do Regis, é minha opinião, e não fecho a questão, ela está aberta a discussões e a outras opiniões. Vejamos:
“Como Zaqueu eu quero subir,
O mais alto que eu puder.
Só pra te ver, olhar para Ti,
E chamar sua atenção para mim,”
O Regis começa pecando na letra quando ele interpreta o motivo que levou Zaqueu a subir naquela árvore. Zaqueu não subiu na árvore para chamar a atenção de Jesus. Ele subiu na árvore devido a sua “pequena estatura”. (v. 3)
O meu problema com a música do Regis é porque ele coloca a salvação de Zaqueu depender de sua atitude, tipo: subir na árvore para chamar a atenção. E este é o entendimento do Regis. Ele começa afirmando que vai subir “o mais alto que eu puder”. Em outras palavras, vou me esforçar no máximo. E porque tanto esforço? Ver Jesus, e chamar a atenção de Jesus. Isso é tipicamente religioso, mas não é bíblico, nem condiz com o pensamento dos Evangelhos.
A religião vive nos fazendo subir em árvores. Uma volta ao primitivismo da evolução (quem sabe?). Ela vive nos colocando no picadeiro de um grande circo, chamado igreja, onde ficamos fazendo todo tipo de espetáculo para ver se Cristo, olha para nós. É cada um se esforçando no que pode. Cada um querendo ver se atrai os olhos complacentes de Cristo. Pura ilusão. Idiotice da religião e seus gurus.
Se Cristo tivesse achado fenomenal o fato de Zaqueu estar em cima da árvore ele não teria dito: “desce depressa” (v. 5). E se Zaqueu tivesse subido na árvore com o propósito de fazer os olhos do Todo-poderoso se dirigir a ele, não teria apressado em descer (v. 6). Se Zaqueu tivesse pensado como Regis e sua legião, teria tido: “Não, Senhor, não posso descer, minha idéia funcionou, eu consegui mover teu olhar, eu sei mover teus olhos, o segredo é subir bem alto, ‘o mais alto que eu puder’”.
Mas a Bíblia diz que Zaqueu desceu depressa, e não desceu porque tinha conseguido atrair o olhar de Cristo, desceu porque foi chamado por Cristo. Mas se Cristo olhou para Zaqueu não foi pela posição privilegiada dele em relação a multidão. É que Cristo viu em Zaqueu um pecador dependente de salvação e ele não estava passando por ali por acaso. Ele tinha um propósito salvador para Zaqueu. O pecador intimado pela voz irresistível do Espírito Santo, jamais fica na posição em que sua idéia adâmica o impeliu, ele desce e compreende que é aqui no chão, aos pés do mestre que Cristo faz a mudança tão significativa na vida dele.
Zaqueu subiu sim na árvore, porque era de pequena estatura. Mas Zaqueu não convidou Cristo para entrar em sua casa. O texto disse que foi Cristo que se ofereceu a entrar na casa de Zaqueu: “hoje me convêm pousar em tua casa” (v.5). E Zaqueu “desceu e o recebeu alegremente” (v.6).
Irmãos, todo a mudança na vida de Zaqueu foi ocasionada pelo “DESCER” e não pelo “SUBIR”. 
Toda mudança na vida de Zaqueu foi provocada pela iniciativa de Cristo em querer entrar na casa de Zaqueu. Cristo se ofereceu primeiro. Cristo quis salvar Zaqueu. 
Zaqueu só tomou iniciativa baseado em sua vida natural. Ouviu falar de Jesus, ficou curioso, não se atreveu a romper a multidão, não arriscou perdê-lo de vista, subiu na árvore impelido pela sua pequena estatura. Tudo isso é do homem natural. Ele usa recursos naturais para ver se de algum modo atrai o olhar da divindade. É uma tentativa. Apenas isso e nada mais. 
Zaqueu só foi transformado porque Cristo mandou ele descer e decidiu entrar em sua vida e em sua casa. Sem o ‘me convêm’ de Cristo, você pode esforçar e subir até aonde você agüentar, nada vai mudar, milagre não virá. Mas quando a doce e poderoso voz de Cristo for dirigida a você dizendo “desça”, você descerá e receberá com alegria aquele que virá trazer salvação em tua casa.
A música do Regis é bonita e fácil de cantar, mas infelizmente, ele não entendeu a mensagem de Zaqueu para nos hoje. E o “descer” e não o “subir” que está evidenciado no texto. A vida de Zaqueu está dividida em “subir” e “descer”. Enquanto Zaqueu subiu ele continuou o mesmo homem, mas depois que ele desceu sua vida foi mudada, houve um mexer de estrutura, houve o milagre da transformação.
Regis, que tal cantarmos “como zaqueu quero descer”?

http://conversateologica.blogspot.com

O PERIGO INESCRUPULOSO DA CRÍTICA



Primeiro vejamos os conceitos desta palavra.
Crítica: [Do grego: kritiké, do fem. de kritikós.]
Consiste em: 
1.  Arte ou faculdade de examinar e/ou julgar as obras do espírito, em particular as de caráter literário ou artístico;  
 2.  A expressão da crítica em geral por escrito, sob forma de análise, comentário ou apreciação teórica e/ou estética;
 3.  O conjunto daqueles que exercem a crítica; os críticos;
 4.  Juízo crítico; discernimento, critério;
 5.  Discussão dos fatos históricos;
 6.  Apreciação minuciosa; julgamento;
 7.  Ato de criticar, de censurar; censura,  condenação;
 8.  Filosofia: Apreciação;
 9.  Restritivo: Julgamento ou apreciação desfavorável, censura.
Resumindo criticar é: Fazer a crítica de; analisar; Dizer mal de; censurar.

Quando levamos esta palavra à luz divina podemos ver o quanto esta palavra nos é restringida ou seja, o quanto devemos evita-la.
Vejamos o que nos diz alguns textos bíblicos:

A crítica pode ser destrutiva. A Bíblia nos diz em Gálatas 5:15 “Se vós, porém, vos mordeis e devorais uns aos outros, vede não vos consumais uns aos outros.”
Ao criticar os outros corremos  o risco de também ser criticados.

Vejamos em  Mateus 7:1-5: “Não julgueis, para que não sejais julgados. Porque com o juízo com que julgais, sereis julgados; e com a medida com que medis vos medirão a vós. E por que vês o argueiro no olho do teu irmão, e não reparas na trave que está no teu olho? Ou como dirás a teu irmão: Deixa-me tirar o argueiro do teu olho, quando tens a trave no teu? Hipócrita! tira primeiro a trave do teu olho; e então verás bem para tirar o argueiro do olho do teu irmão.

Estar disposto a perdoar é uma parte da crítica construtiva. A Bíblia diz em Lucas 17:3 “Tende cuidado de vós mesmos; se teu irmão pecar, repreende-o; e se ele se arrepender, perdoa-lhe.”

Tem cuidado com a crítica. A Bíblia diz em Romanos 14:1 “Ora, ao que é fraco na fé, acolhei-o, mas não para condenar-lhe os escrúpulos.”

Aqueles que criticam a outros recebem críticas. A Bíblia diz em Lucas 6:37-38 “Não julgueis, e não sereis julgados; não condeneis, e não sereis condenados; perdoai, e sereis perdoados. Dai, e ser-vos-á dado; boa medida, recalcada, sacudida e transbordando vos deitarão no regaço; porque com a mesma medida com que medis, vos medirão a vós.”

Os cristãos tornam-se mais sábios quando recebem uma crítica construtiva e válida. A Bíblia diz em Provérbios 9:8-9 “Não repreendas ao escarnecedor, para que não te odeie; repreende ao sábio, e amar-te-á. Instrui ao sábio, e ele se fará mais, sábio; ensina ao justo, e ele crescerá em entendimento.”

A melhor proteção contra a crítica é uma consciência limpa. A Bíblia diz em 1 Pedro 3:16 “Tendo uma boa consciência, para que, naquilo em que falam mal de vós, fiquem confundidos os que vituperam o vosso bom procedimento em Cristo.”

Esqueçamos a crítica, lembremo-nos das almas perdidas e cultivemos o amor.
A correção é apropriada quando é baseada em amor em vez de condenação. A Bíblia diz em 1 Coríntios 4:14 “Não escrevo estas coisas para vos envergonhar, mas para vos admoestar, como a filhos meus amados.”

As Escrituras são uma fonte de correção para as nossas vidas. A Bíblia diz em 2 Timóteo 3:16-17 “Toda Escritura é divinamente inspirada e proveitosa para ensinar, para repreender, para corrigir, para instruir em justiça; para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente preparado para toda boa obra.”

A Bíblia diz que devemos amar-nos uns aos outros. A Bíblia diz em 1 João 2:7-8 “Amados, não vos escrevo mandamento novo, mas um mandamento antigo, que tendes desde o princípio. Este mandamento antigo é a palavra que ouvistes. Contudo é um novo mandamento que vos escrevo, de vos ameis uns aos outros, o qual é verdadeiro nele e em vós; porque as trevas vão passando, e já brilha a verdadeira luz.

O amor não é só para amigos. A Bíblia diz em Mateus 5:43, 44 “Ouvistes que foi dito: Amarás ao teu próximo, e odiarás ao teu inimigo. Eu, porém, vos digo: Amai aos vossos inimigos, e orai pelos que vos perseguem.”

O amor é o resumo da lei de Deus. A Bíblia diz em Mateus 22:37-40 “Respondeu-lhe Jesus: Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento. Este é o grande e primeiro mandamento. E o segundo, semelhante a este, é: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo. 

Quando veres alguém que você julgue estar fora dos preceitos bíblicos, ore por ele. Peça a DEUS a unção na vida de seu próximo e o torne mais próximo de ti e do amor de nosso Pai Celestial através da oração tal qual o apóstolo Paulo nos incentiva


quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

8 Constatações sobre nós.

8 Constatações sobre nós.

1 - A incapacidade de observar os erros alheios sem produzir julgamento, nos faz negligenciar por momentos que somos alvos desses mesmos juízos.

2 - Enraizámos ideias e conceitos que se tornam verdades quase palpáveis e irradiam orgulho e insatisfação para o seio do nosso imaginário.

3 - Algumas verdades sobre a condição humana são manifestas à todo instante pela incompreensão do "Eu" e do próximo.

4 - A incrível e notória dificuldade humana em fixar um olhar desinteressado no próximo nos faz cruéis, nos torna ou revela em nós, aquele que de facto somos quando longe dos palcos e dos olhares que vislumbram projecções das nossas mais distintas e variadas personagens.

5 - A condição humana presenteia-nos com o benefício de errar, o privilégio de contemplar os erros e a possibilidade de utilizá-los como parte integrante do mais brilhante processo de aprendizagem que é viver.

6 -  Nem todos vivem, a despeito de receberem o dom da vida, esqueceram-se que utilizar este dom, requer o "poder" de auto contemplação, requer um olhar atento e sem preconceitos sobre a essência que nos move e faz caminhar pelos trilhos dessa dádiva.

7 - Esquecemo-nos da essência, esvaímo-nos em devaneios acerca do sobrenatural, deixamo-nos escravizar por um cristianismo obsoleto, paupérrimo que se transformou num antídoto utópico para os que perderam a capacidade de esperar, um cristianismo que em nada parece com Aquele à quem proclamam.

8 - Achegámo-nos aos homens "bons" e acolhemos os maus, desde que a sua maldade não nos atinja. "Ama o inimigo", "ore pelos que vos perseguem" acaba por determinar quem sejam os bons e os maus na nossa forma de amar, seja ela qual for quando na verdade não existem bons, apenas homens.


Seja como for...

Um brinde a vida que começa a partir do interior de cada um de nós e reverbera a verdade incontestável da perfeita e imutável soberania d'Aquele que nos ensina essa arte, a arte de viver (...).

Porque as Mulheres Enlouquecem os Homens?


Porque as Mulheres Enlouquecem os Homens?

Mulher - Onde você vai?

Homem - Vou sair um pouco.

Mulher - Vai de carro?

Homem - Sim.

Mulher - Tem gasolina?

Homem - Sim.... coloquei.

Mulher - Vai demorar?

Homem - Não... coisa de uma hora.

Mulher - Vai a algum lugar específico?

Homem - Não... só rodar por aí.

Mulher - Não prefere ir a pé?

Homem - Não... vou de carro.

Mulher - Traz um sorvete pra mim!

Homem - Trago... que sabor?

Mulher - Manga.

Homem - Ok... na volta eu passo e compro.

Mulher - Na volta?

Homem - Sim... senão derrete.

Mulher - Passa lá, compra e deixa aqui..

Homem - Não... melhor não! Na volta... é rápido!

Mulher - Ahhhhh!

Homem - Quando eu voltar eu tomo com você!

Mulher - Mas você não gosta de manga!

Homem - Eu compro outro... de outro sabor.

Mulher - Aí fica caro... traz de cupuaçu!

Homem - Eu não gosto também.

Mulher - Traz de chocolate... nós dois gostamos.

Homem - Ok! Beijo.... volto logo....

Mulher - Ei!

Homem - O que?

Mulher - Chocolate não... Flocos...

Homem - Não gosto de flocos!

Mulher - Então traz de manga prá mim e o que quiser prá você.

Homem - Foi o que sugeri desde o começo!

Mulher - Você está sendo irônico?

Homem - Não tô não! Vou indo.

Mulher - Vem aqui me dar um beijo de despedida!

Homem - Querida! Eu volto logo... depois.

Mulher - Depois não... quero agora!

Homem - Tá bom! (Beijo.)

Mulher - Vai com o seu ou com o meu carro?

Homem - Com o meu.

Mulher - Vai com o meu... tem cd player... o seu não!

Homem - Não vou ouvir música... vou espairecer...

Mulher - Tá precisando?

Homem - Não sei... vou ver quando sair!

Mulher - Demora não!

Homem - É rápido... (Abre a porta de casa.)

Mulher - Ei!

Homem - Que foi agora?

Mulher - Nossa!!! Que grosso! Vai embora!

Homem - Calma... estou tentando sair e não consigo!

Mulher - Porque quer ir sozinho? Vai encontrar alguém?

Homem - O que quer dizer?

Mulher - Nada... nada não!

Homem - Vem cá.... acha que estou te traindo?

Mulher - Não... claro que não... mas sabe como é?

Homem - Como é o quê?

Mulher - Homens!

Homem - Generalizando ou falando de mim?

Mulher - Generalizando..

Homem - Então não é meu caso... sabe que eu não faria isso!

Mulher - Tá bom... então vai.

Homem - Vou.

Mulher - Ei!

Homem - Que foi, cacete?

Mulher - Leva o celular, estúpido!

Homem - Prá quê? Prá você ficar me ligando?

Mulher - Não... caso aconteça algo, estará com celular.

Homem - Não... pode deixar...

Mulher - Olha... desculpa pela desconfiança, estou com saudade, só isso!

Homem - Ok, meu amor... Desculpe-me se fui grosso.. Tá.. eu te amo!

Mulher - Eu também! Posso futricar no seu celular?

Homem - Prá quê?

Mulher - Sei lá! Joguinho!

Homem - Você quer meu celular prá jogar?

Mulher - É.

Homem - Tem certeza?

Mulher - Sim.

Homem - Liga o computador... lá tem um monte de joguinhos!

Mulher - Não sei mexer naquela lata velha!

Homem - Lata velha? Comprei pra a gente mês passado!

Mulher - Tá..ok... então leva o celular senão eu vou futricar...

Homem - Pode mexer então... não tem nada lá mesmo...

 Mulher- É?

Homem - É.

Mulher - Então onde está?

Homem - O quê?

Mulher - O que deveria estar no celular mas não está....

Homem - Como!?

Mulher - Nada! Esquece!

Homem - Tá nervosa?

Mulher - Não... tô não...

Homem - Então vou!

Mulher - Ei!

Homem - O que ééééééé, caralho?

Mulher - Não quero mais sorvete não!

Homem - Ah é?

Mulher - É!

Homem - Então eu também não vou sair mais não!

Mulher - Ah é?

Homem - É.

Mulher - Oba! Vai ficar comigo?

Homem - Não vou não... cansei... vou dormir!

Mulher - Prefere dormir do que ficar comigo?

Homem - Não... vou dormir, só isso!

Mulher - Está nervoso?

Homem - Claro, porra!!!

Mulher - Porque você não vai dar uma volta para espairecer?

Homem - Ah, vai tomar no C*.
extraído http://aldaalves.blogspot.com/

REINÍCIO


REINÍCIO


Rosto na terra... No pó
Estou, prostrado, rendido.
Imerso em lágrimas, soluço...
Noite e dia por Ti a clamar,
Indica-me o caminho a percorrer!
Caminho para meu recomeçar e começar.
Imerso estou em Tuas águas... Teu Rio...
O meu inicio, caminhei... Meu reinicio, voltar...

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Brasileiro é econômico!


Brasileiro é econômico!

Enfim uma boa notícia:
Um estudo recente conduzido pelo CEJA de Criciuma mostrou que cada brasileiro caminha em média 1.440 km ao ano.Outro estudo feito pela Associação Médica Brasileira (AMB) mostrou que o brasileiro consome, em média, 86 litros de cerveja ao ano.

A conclusão é animadora: 

O brasileiro faz 16,7 km por litro !!!

domingo, 28 de novembro de 2010

A ELEIÇÃO


Piadinha sobre eleição...

Quando Deus fez o mundo, para que os homens prosperassem decidiu dar-lhes apenas duas virtudes.
(é apenas uma piada, aceitamos todas, de todos os partidos e ideologias)
Assim:

- Aos Suíços os fez estudiosos e respeitadores da lei.


- Aos Ingleses, organizados e pontuais..

- Aos argentinos, chatos e arrogantes.

- Aos Japoneses, trabalhadores e disciplinados.

- Aos Italianos, alegres e românticos.

- Aos Franceses, cultos e finos.

- Aos Brasileiros, inteligentes, honestos e petistas.

O anjo anotou, mas logo em seguida, cheio de humildade e de medo, indagou:

- Senhor, a todos os povos do mundo foram dadas duas virtudes, porém, aos brasileiros foram dadas três! Isto não os fará soberbos em relação aos demais povos da terra?

- Muito bem observado, bom anjo! exclamou o Senhor.

- Isto é verdade!

- Façamos então uma correção! De agora em diante, os brasileiros, povo do meu coração, manterão estas três virtudes, mas nenhum deles poderá utilizar mais de duas simultaneamente, como os demais povos!

- Assim, o que for petista e honesto, não pode ser inteligente.

- O que for petista e inteligente , não pode ser honesto.

- E o que for inteligente e honesto, não pode ser petista.!!!!!!

Palavras do Senhor !!!.

Nota de esclarecimento

Fico triste quando usam a Internet para espalhar informações que não procedem! Enviaram-me hoje um e-mail dizendo que o sangue do nosso presidente é do tipo A-peritivo, e o dos que votaram nele dele é do tipo O-tário.

É muita sacanagem e falta de ética passar esse tipo de coisa... Temos que divulgar informações corretas! O sangue do presidente é do tipo B-bum e o dos eleitores AB-estalhados.

Não esqueça:
A mentira tem perna curta, língua presa, barba branca e um dedo a menos...


NÃO VOTEI NO "CARA" E NÃO  VOTEI NA "COROA".

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

O processo de “des-religiosamento”!

O processo de “des-religiosamento”!

O processo da descrença ou do dês-religiosamento, ocorre em todo homem ou mulher, que um dia resolve se arriscar corajosamente a olhar por cima da cerca religiosa que a prende e impede de saber que o seu quintal não é o único a ter grama verde, que existem outros mundos além do seu.

Porém, este processo não acontece da noite para o dia, mas pelo contrario, são anos de um processo lento e até muitas vezes demorado, de desconstrução daquilo que um dia se acreditou como verdade única e absoluta.

E, esse mesmo processo de dês-religiosamento, passa por 5 fases distintas e ordenadas, porém interligadas, onde o sujeito religioso mesmo se vendo como um mesmo ser, só que vivendo de maneiras diferentes em diferentes realidades.

São elas:

1- Confrontação (ou questionamento)

Esta primeira fase é a mais importante, pois será a mola propulsora que realizará concretamente o processo de dês-religiosamento, pois sempre o aprender e decorar idéias serão muito mais fácies do que propriamente se desfazer dessas mesmas idéias.

Ele passa a ver que a realidade vivida por ele é diferente da crida através de sua crença, onde não mais aceita explicações infantis e ilusórios dos porquês de tantas contradições entre sua crença e o mundo onde ele vive, sente, respira e vê.

Além do mais, só percebe o quanto sua crença é boba e infantil quando olha para a crença do outro religioso, que assim como ele, pensa que a única verdadeira e a sua, e que as demais são todas enganosas e falsas.

Mais isto não ocorre por acaso, nem cai do céu, ou simplesmente o sujeito dormiu crente e acordou no outro dia cético, mas antes, se dá no individuo que sente que as verdades de sua crença são muito pequenas e insatisfatórias para o tamanho de sua mente questionadora e pensante, e para um universo infinito de possibilidades lógicas e argumentativas.

2- Negação (ou fuga)

É o estagio onde a pessoa mais sofre, onde ela literalmente agoniza, porém, isto também dependerá e muito do grau de devoção que ela se entregou a religião e seus mecanismos, e de sua estrutura emocional, psíquica, social e biológica.

Nessa fase também é onde o sujeito religioso mais se vê confuso, ora desacreditando na sua crença, ora reafirmando a mesma, mas sempre desejando em seu coração que ela seja verdade ou que o conhecimento para qual a sua mente despertou, tivesse continuado adormecido.

Essa fase é a mais decisiva de todas, onde a pessoa escolhe continuar mantendo os passos firmes, rumo ao total dês-religiosamento, ou, simplesmente fecha seus olhas para a realidade negando tudo que ouviu, viu e pensou até aquele momento, se lançando no abismo escuro da fé.

3- Revolta (ou depressão)

Esta fase só pode realmente passar por ela que já viveu e ultrapassou as primeiras fases básicas do processo de dês-religiosamento.

O sujeito antes religioso, já nesta fase não acredita mais em nada ou quase nada de sua antes fé e religiosidade, passando agora a viver uma vida muito perigosa, pois poderá se entregar da mesma forma que outrora tinha se entregado para a religião, só que agora, para os vícios deste mundo.

Portanto, é a face que se tem que tomar maior cuidado, pois a pessoa pode acabar se autodestruindo e até mesmo prejudicando as outras pessoas que nada tiveram haver com sua então crida e fanática vida de religiosa.

Mas também é a fase de maior tristeza, podendo se chegar até na depressão, pois passará a descrer que sua vida tinha um propósito já determinado por Deus, entrando no vazio da existência, onde se entregará aos vícios que o desejo de preencher o vazio e a falta de sentido deixado pela religião lhe trouxe.

4- Conformismo (ou aceitação)

É a fase que o sujeito cansado de brigar contra Deus e o mundo, religião e fé, chegará, pois não verá outra alternativa se não aceitar o fato de que as crenças são invenções humanas, onde até Deus é uma possibilidade e não uma certeza como antes suponha e cria.


5- Maturidade (ou responsabilidade)

É a última fase, que o tempo para se chegar dependerá do tempo de digestão de cada sujeito religioso.

Passará a viver a vida pelo fato de viver, já que aqui venho, sem pedir ou escolher para nascer, tentará viver a sua vida da melhor maneira possível, tentando também fazer da vida das pessoas que amam, uma vida igualmente boa.

Só pode chegar nesta fase quem já passou pela crise existencial religiosa, pois esta, não é somente uma crise como todos os seres humanos passam, mas uma crise que somente o religioso de verdade, aquele que se entregou de corpo e alma para a religião, experimenta e vive.

Portanto, só poderá dizer “Deus não existe” ou “toda religião é ilusão e infantilidade” quem uma vez já disse “Deus existe” e “minha religião é única e verdadeira”!

Por: Marcio Alves


Observação: Texto escrito e embasado não em livros produzidos por pensadores de escrivaninhas, mas baseado na própria experiência do autor e da observação cuidadosa e analítica que ele teve sobre outras pessoas e até amigos, igualmente religiosas que passaram pelas mesmas fases, diferenciando apenas, na reação de cada um.

Pink Floyd - High Hopes - The Division Bell

Pink Floyd Division Bell

Pink Floyd On The Turning Away

Pink Floyd - On The Turning Away por


Pink Floyd - On The Turning Away por rockclassic no Videolog.tv.

domingo, 21 de novembro de 2010

elvis presley's come back special 8/9

Elvis Come Back Special 1968 (Pt. 6)

elvis presley's come back special 7/9

Elvis Comeback Special 1968 (Pt. 5)

Elvis Come Back Special 1968 (Pt. 4)

PARA FÃS DE ROCK AND BLUES!!! RSRSRS

ESTOU POSTANDO VÍDEOS EM SÉRIE DO ELVIS, MUITO BOM!

Elvis Come Back Special 1968 (Pt. 3)

Elvis Come Back Special 1968 (Pt. 2)

Elvis Special Come Back 1968 (Pt. 1)

Elvis Presley - "Heartbreak Hotel" (68 Comeback Special)

My most loved elvis gospel songs

Elvis Presley - Amazing Grace

Elvis Presley - How Great Thou Art

HALLELUJAH WITH LYRICS - ALEXANDRA BURKE

Jeff Buckley - Hallelujah (Original Studio Version)

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Banda Madeiro - Pai Nosso

PAI NOSSO (banda Madeiro)



Já não sabemos mais pra onde ir 
Não sabemos se ficamos aqui 
Já não sabemos mais o que falar 
Não sabemos se devemos cantar 
O que sabemos agora e só pedir 
Não buscamos o dom de amar 
Estamos longe de casa, estamos longe do Pai 
Pai nosso que estás no céu 
Santificado seja o Teu nome 
Venha a nós o Teu reino 
E seja feita a Tua vontade 
Assim na terra como no céu 
O pão nosso de cada dia nos dai hoje 
Perdoai as dívidas 
Assim como nós perdoamos nossos devedores 
Não nos deixe cair em tentação 
Mas livrai-nos do mal 
Pois Teu é o reino, o poder e a glória 
Para todo sempre, amém 
Já não sabemos mais pra onde ir 
Não sabemos se ficamos aqui 
Já não sabemos mais o que falar 
Não sabemos se devemos cantar 
Eu paro e vejo pessoas em uma triste situação 
Escravizadas pelo legalismo da religião 
Condenados, condicionados, tendo fé no que vê 
Loucos desvairados em busca do poder 
Suas lindas palavras até podem impressionar 
Mas o seu fazer inibe o seu falar 
Volte pra casa volte pro Pai 

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

A tradução de um poema


A tradução de um poema


Despertar, coro da madrugada
Congratulando-se,
O novo dia ainda intocado,
Esperando para ser preenchido...

E será que vamos pintar um arco-íris
Com todas as suas promessas
Ou infelizmente pintar apenas
O maçante da tela?

Cada dia traz suas próprias cores
Para serem escolhidas, mistas,
Pigmentos de alegria,
Momentos felizes,
Sorrisos e risos...

E o que você vai escolher?
A 'vida' é uma escolha,
Somos todos  artistas
Em nosso próprio caminho,
Todos os que necessitam para criar
Algo de valor,
De uma beleza duradoura,
Marcando nossa viagem ...

Pegadas na areia ...

O céu hoje está azul,
O sol quente e dourado
A uma filigrana de luz e sombra a se jogar
Por entre as árvores balançando suavemente.

Eu limpo meus pincéis,
Escolho minha paleta
De cores vibrantes e vivas,
E começam a encher
A tela em branco de hoje...


Poema de Antonieta (traduzido por mim)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...